Fonte: Divulgação

SÃO PAULO – O Banco Inter (BIDI11) registrou um lucro líquido de R$ 19,246 milhões no terceiro trimestre deste ano, revertendo prejuízo de R$ 8,060 milhões de um ano antes.

O resultado, porém, veio abaixo do projetado pelo consenso da Refinitiv, de lucro de R$ 34,76 milhões.

No acumulado do ano, o lucro consolidado soma R$ 58,326 milhões no balanço do terceiro trimestre, enquanto no mesmo período do ano passado houve prejuízo de R$ 13,8 milhões.

Segundo a empresa, a diferença do resultado líquido entre os períodos pode ser expressa pelo aumento nas receitas de operação de crédito e, ainda, pelo aumento expressivo de transações realizadas em nosso Marketplace.

Em relação ao marketplace, o Inter informou, em mensagem do CEO, João Vitor Menin, que o volume bruto de mercadorias (GMV, na sigla em inglês), atingiu R$ 946 milhões. Isso representou um crescimento de 151% em relação ao ano passado, com uma recorrência de 70%.

No terceiro trimestre, o resultado bruto da intermediação financeira atingiu R$ 454,4 milhões, contra R$ 191,9 milhões em relação ao montante registrado no mesmo período de 2020.

“Como destaque positivo, podemos evidenciar os resultados com operações de crédito, os quais atingiram o valor de R$ 971,2 milhões, com um crescimento de 68,0% comparado ao 3º trimestre de 2020”, escreveu a empresa no relatório.

Já o resultado bruto da intermediação financeira antes da PDD (NII), composto pelas receitas de operações de crédito, líquidas do custo de captação, somados às receitas financeiras, atingiu R$ 454 milhões no terceiro trimestre.

Isso representou uma alta de 137% na comparação anual e de 35% na trimestral, “impulsionado pelo crescimento da carteira de crédito, compensado pelo aumento do saldo de depósitos e pelo aumento de capital de R$ 5,5 bilhões em junho de 2021.”

Receitas totais do Banco Inter

A companhia acrescentou que, nos nove primeiros meses do ano, superou os R$ 2 bilhões em receitas totais, o que representa um crescimento de 123% contra o mesmo período do ano passado. Apenas no terceiro trimestre, somaram R$ 869 milhões, crescimento anual de 149% e trimestral de 36%.

“Como reflexo, apresentamos uma receita média por cliente (ARPU) de R$ 207,19 no terceiro trimestre, crescimento de 20% em relação ao 3T20”, destacou.

Base de clientes

Outro destaque do banco foi “um acelerado crescimento na base de clientes, evoluindo de 7,2 milhões de correntistas em 30 de setembro de 2020, para 14 milhões” um ano depois, 94% de crescimento, ou cerca de 33 mil contas por dia útil.

Enquanto isso, o custo de aquisição de clientes atingiu R$ 30,74, aumento de 39% na comparação anual.

“Neste mesmo período, atingimos R$ 11,6 bilhões em valores transacionados, além de um aumento de 93% no número de cartões utilizados quando comparado ao mesmo período do ano anterior, chegando a 4,8 milhões”, sublinha a empresa.

Além disso, a captação total somou R$ 21 bilhões, 47,3% a mais que doze meses atrás. “Os depósitos à vista totalizaram R$ 9,2 bilhões, crescimento de 36,8% comparado ao valor apresentado ao final do ano de 2020, no valor de R$ 6,7 bilhões”, lembrou o banco.

Por fim, o Banco Inter (BIDI11) ressalta que o saldo de provisão “se manteve constante” em relação aos trimestres anteriores, com 2,5% da carteira de crédito ampliada do período.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Fonte