(Divulgação EDP Energia)

SÃO PAULO – A EDP (ENBR3) lucrou R$ 510 milhões no balanço do 3º trimestre, um aumento de 70,3%. No acumulado dos nove meses a alta foi de 67,2%, somando R$ 1,350 bilhão.

O desempenho veio acima do aguardado pela Refinitiv, que era de um lucro líquido de R$ 304,16 milhões.

Segundo João Marques da Cruz, CEO da EDP, “os nove primeiros meses de 2021 foram marcados pela evolução constante dos nossos resultados, mesmo com os efeitos da pandemia ainda evidentes”.

Cruz ressaltou a compra e venda de ativos de transmissão, como representação “das melhores expressões da estratégia de rotação de ativos no segmento de transmissão”.

Mesmo com a crise hídrica atuando forte na vida nacional, “a gestão integrada do portfólio da EDP mostrou-se mais uma vez eficaz”, comemorou Cruz.

Como resultado, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 1,124 bilhão, uma alta de 60,7%, enquanto em termos ajustados somou R$ 753,895 milhões, variação foi positiva de 30,1%.

Assim, o Ebitda ficou acima do projetado pela Refinitiv, de R$ 765,67 milhões.

O Ebitda acumulado nos nove meses é de R$ 2,972 bilhões em 2021, 49,8% a mais do que o R$ 1,984 bilhão nos 9 primeiros meses de 2020.

Ajustes EDP

O EBITDA ajustado, pelos efeitos não recorrentes e não caixa, foi de R$ 753,9 milhões e de R$ 2,2 bilhões, aumento de 30,1% e de 27,9%, no trimestre e no acumulado, respectivamente.

Assim, o lucro líquido ajustado pelos efeitos EBITDA foi de R$ 266,2 milhões e de R$ 827,6 milhões, aumento de 20,7% e de 32,9%, respectivamente no trimestre e no acumulado.

Por outro lado, a dívida líquida da empresa cresceu 31,8%, chegando a R$ 8,087 bilhões.

O Ebitda somou R$ 1,124 bilhão, uma alta de 60,7%, enquanto em termos ajustados somou R$ 753,895 milhões, variação foi positiva de 30,1%.

EDP anuncia recompra de ações

Ainda nesta segunda-feira (25), a EDP (ENBR3) anunciou o cancelamento de ações atualmente mantidas em tesouraria e o lançamento de um novo programa de recompra de ações.

A empresa cancelou o total de 25.685.126 ações ordinárias (ENBR3) mantidas em tesouraria, sem redução do valor do capital social. Assim, o capital social de R$ 5.502.715.947,12 passou a ser dividido em 581.165.268 ações ordinárias, mantendo-se em tesouraria 200.000 ações.

Além disso, a EDP (ENBR3) poderá recomprar até 23.558.500 de suas ações emitidas, em um prazo máximo de 18 meses. Até a presente data, são 261.355.469 ações ENBR3 em circulação. O dinheiro para a recompra virá da reserva de lucros da companhia.

O objetivo é “adquirir ações para manutenção em tesouraria, com o objetivo de aplicar recursos disponíveis para maximizar a geração de valor para os acionistas, uma vez que, na visão da administração, o valor atual de suas ações não reflete o real valor dos seus ativos”.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Fonte