(Bloomberg) — Bancos centrais de países em desenvolvimento serão destaque nesta semana, pois os sinais de que o Federal Reserve não terá pressa em aumentar as taxas de juros abrem caminho para mais ganhos de moedas de mercados emergentes.

Autoridades na Polônia, Rússia, Peru e Malásia se reúnem para decidir o rumo da política monetária com a visão de que os juros nos EUA permanecerão baixos por mais tempo, mensagem que o presidente do Fed, Jerome Powell, fez questão de enfatizar em Jackson Hole. E isso significa que qualquer sinal de aperto monetário nos mercados emergentes poderia trazer o carry trade, operações de arbitragem de juros, de volta ao jogo, elevando ainda mais os ganhos, como foi o caso do peso chileno na semana passada.

Embora o carry trade de mercados emergentes tenha registrado retorno de apenas 0,5% no primeiro semestre, o índice EM Carry da Bloomberg já subiu quase 2% desde o final de julho, e moedas de alto rendimento, mas voláteis, como a lira da Turquia e o rand da África do Sul, lideram o rali. O índice de moedas de mercados emergentes MSCI registrou ganhos em nove das últimas 11 sessões.

inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.

Fonte