SÃO PAULO – Após passar por uma série de testes, a aguardada atualização da rede Ethereum, conhecida como Londres, já tem data para acontecer: dia 4 de agosto. Mais especificamente, no bloco 12.965.000, o que por sua vez pode acarretar em algum atraso ou adiantamento do evento.

Essa alteração da rede traz cinco novas Propostas de Melhorias do Ethereum (EIP, na sigla em inglês). Porém, uma delas, a EIP-1559, é a mais aguardada pelo mercado, já que seu impacto será bastante forte e promete praticamente uma revolução no Ethereum.

A EIP-1559 será responsável por mudar o destino das tarifas cobradas nas transações da rede, tornando a rede não só mais eficiente, mas mais barata. Além disso, com ela, o Ether (token da rede Ethereum) passará a ser um ativo deflacionário, já que passará a queimar parte dos tokens usados no pagamento das taxas.

Bitcoin – quando a recompensa dos mineradores cai pela metade -, em que analistas projetam um impacto da alta dos preços (veja mais aqui), essa atualização do Ethereum pode ser positiva para o preço do token porque reduz a oferta de Ether em um cenário em que a demanda está crescendo, com mais pessoas usando o sistema de contratos inteligentes.

Lembrando que o Bitcoin já é um ativo deflacionário por natureza, já que existe um limite de moedas que serão criadas.

Em uma entrevista para a CNBC, Joseph Lubin, um dos cofundadores do Ethereum e fundador da ConsenSys, afirmou que espera que o preço do Ether irá subir com a atualização, esperando que haverá uma grande demanda da rede antes mesmo da mudança em agosto.

“O interesse pelo Ethereum está passando por um aumento incrível e essa alta nas transações também pode afetar o preço. Esse interesse é visto desde a realização de transações até o desenvolvimento de novos aplicativos na rede. Com a nova atualização, o fornecimento total diminuirá e esperamos um aumento incrível no valor da moeda com essa demanda”.

Atualmente, o Ethereum é cotado em torno de US$ 1.900, com um ganho acumulado de cerca de 160% em 2021, apesar de longe de sua máxima histórica, de US$ 4.362 atingida em 12 de maio (queda de 56% desde então).

Invista nos fundos de criptomoedas mais acessíveis do mercado: abra uma conta gratuita na XP!

Fonte