A Embraer (EMBR3) informou em comunicado que os desembargadores da seção de Dissídios Coletivos do Tribunal Regional do Trabalho da 15º Região decidiram, por unanimidade, extinguir o processo movido pelos Sindicatos dos Metalúrgicos de São José dos Campos e de Araraquara contra a empresa. A decisão foi proferida na tarde desta quarta-feira.

No ano passado, a companhia conduziu negociações e apresentou proposta de benefícios adicionais aos colaboradores desligados em razão da necessidade de ajuste na sua estrutura para enfrentar os impactos da covid-19 e do cancelamento da parceria com a Boeing. Os dois sindicatos foram os únicos que decidiram não submeter a proposta para votação e levaram a questão à Justiça.

Em nota, a Embraer afirma que, desde o início da pandemia, adotou uma série de medidas para preservar empregos, como trabalho remoto, licença remunerada, férias coletivas, além de ter negociado redução de jornada, suspensão de contratos e PDVs, “com o objetivo de zelar pela saúde dos colaboradores e garantir a continuidade dos negócios”.

à série gratuita “Carreira no Mercado Financeiro” e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

Fonte