Joe Biden discursa em sua posse como presidente dos EUA
Patrick Semansky/UPI/Shutterstock

WASHINGTON (Reuters) – O governo Biden emitirá uma nova ordem executiva nesta quinta-feira que proíbe entidades norte-americanas de comprar ou vender valores mobiliários negociados em bolsa para 59 empresas chinesas com supostos vínculos com os setores de tecnologia de defesa ou vigilância, disseram altos funcionários do governo.

O Departamento do Tesouro aplicará e atualizará em uma “base contínua” a nova lista de proibição, que substitui uma do Departamento de Defesa, disseram as autoridades, observando que a política entraria em vigor em 2 de agosto.

A nova ordem, que é um esforço para tornar uma proibição semelhante da era Trump mais legalmente válida, sinaliza a intenção do governo de “garantir que os norte-americanos não financiem o complexo industrial militar da República Popular da China”, um dos altos funcionários disse a repórteres.

Inscreva-se já.



Fonte