Jair Bolsonaro
(Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro reiterou nesta sexta-feira, 30, que o governo federal não terá como dar nova ajuda financeira às famílias, caso as restrições à circulação permaneçam, em um almoço com empresárias e executivas em São Paulo.

Na conversa com o grupo, Bolsonaro afirmou ter reparado que, no caminho até o hotel Palácio Tangará, onde o evento foi realizado, havia várias lojas com portas fechadas e placas de aluga-se e vende-se. Para ele, após os repasses feitos pelo governo federal tanto por meio do auxílio emergencial quanto pela ajuda aos Estados, cabe à população cobrar dos governadores o uso dos recursos, bem como iniciativas para fazer a economia girar e, consequentemente, reduzir o desemprego.

No total, havia quase 70 pessoas no encontro organizado pelo Grupo Voto, que promove a aproximação entre empresários e políticos e fez o primeiro evento exclusivamente para mulheres. As fotos de divulgação do evento mostravam mesas com até 12 pessoas, sem respeitar as regras de distanciamento social e sem uso de máscara. A maioria eram empresárias e executivas de grandes companhias.

Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país



Fonte