SÃO PAULO – O empresário Sérgio All sentiu na pele um problema que muitos empreendedores brasileiros enfrentam: teve o crédito negado por ser negro.

Segundo uma pesquisa do Small Business Administration, empresários negros tem seus pedidos de crédito negados três vezes mais do que empreendedores brancos com as mesmas condições financeiras no Brasil.

Youtube (vídeo acima),  ApplePodcastsSpotifyDeezerSpreakerGoogle PodcastCastbox, Amazon Music e outros agregadores de áudio do país.

O processo até a realização do sonho de Sérgio foi demorado: entre a frustração inicial e a fundação da Conta Black se passaram quase 20 anos. Nesse período, o mercado digital e de startups brasileiro amadureceu. A Conta Black foi fundada em 2017 com a proposta de ser uma conta digital para pessoa física e jurídica focada nas classes C, D, E.

A startup foi a primeira conta digital fundada por empreendedores negros a ganhar escala entre as mais de 800 fintechs brasileiras. Atualmente, a Conta Black possui mais de 12 mil clientes e outros 9 mil pré-aprovados.

O desafio que tem pela frente ainda é grande. “A nossa pretenssão é ter um portfolio grande de produtos e serviços que atenda a necessidade específica desse nosso público, que não tem acesso a muitos serviços financeiros”, explica Fernanda Ribeiro.

Mesmo com toda a digitalização vista durante a pandemia, 34 milhões de brasileiros — cerca de 21% da população que teoricamente poderia estar bancarizada — permanecem sem conta bancária ou a utilizam com pouca frequência. O dado é de um estudo do Instituto Locomotiva de janeiro deste ano.

Para chegar até esse público, a Conta Black, que captou recursos com um investidor anjo em seu início, está negociando uma nova rodada de investimentos. Confira a história completa e a visão de negócios dos fundadores no podcast.

Sobre o Do Zero ao Topo

O podcast Do Zero ao Topo traz, a cada semana, um empresário de destaque no mercado brasileiro para contar a sua história, compartilhando os maiores desafios enfrentados ao longo do caminho e as principais estratégias utilizadas na construção do negócio.

O programa já recebeu nomes como André Penha, cofundador do QuintoAndar, David Neeleman, fundador da Azul, José Galló, executivo responsável pela ascensão da Renner, Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, Artur Grynbaum, CEO do Grupo Boticário, Sebastião Bonfim, criador da Centauro e Edgard Corona, da rede Smart Fit.



Fonte